Universidade brasileira assume compromisso para o fim de mortes de crianças e mulheres até 2030

 em Comportamento

Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) é a primeira instituição brasileira a firmar compromisso com o programa Cada Mulher, Cada Criança, da Organização das Nações Unidas (ONU), cujo objetivo é investir em tratamentos médicos para impedir mortes evitáveis de crianças e mulheres por doenças até 2030.

Entre os compromissos assumidos pela Unifesp com o programa estão o armazenamento de dados e inovações em tecnologias sociais existentes no Brasil que sejam interessantes para a área da saúde, qualidade de vida, sustentabilidade e intervenção em áreas de vulnerabilidade social, econômica e ambiental no Vale do Paraíba, reproduzindo essas ações em outros territórios brasileiros na mesma situação.

O projeto Cada Mulher, Cada Criança, coordenado pela UN Foundation, é um movimento internacional que fortalece a ação de governos, setor privado e sociedade civil para superar os desafios na área da saúde no cuidado à mulher e crianças, com atuação desde 2010.

Financiamento para a causa
A iniciativa é potencializada pela Estratégia Global para a Saúde das Mulheres, Crianças e Adolescentes, responsável por adquirir financiamento para a causa, analisar políticas e desenvolver serviços para as mulheres e crianças mais vulneráveis.

No evento de inauguração da Estratégia, ainda em setembro, o chefe da ONU listou as prioridades do movimento. “Primeiro, sobrevivência. Nós queremos acabar com as mortes de crianças e mulheres por doenças que podem ser prevenidas até 2030. Segundo, queremos garantir que todas as mulheres, crianças e adolescentes prosperem. Terceiro, nos comprometemos a transformar o mundo em um lugar em que mulheres, crianças e adolescentes vivam”, afirmou Ban Ki-moon.

Saiba como a sua organização pode fazer parte desta causa aqui.

via EcoD

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar