Tapeceiros fazem sofás ecológicos com material tirado do lixo

 em Comportamento, Urbe

via Razões para Acreditar

“Onde as pessoas veem um monte de lixo, eu vejo uma montanha de dinheiro”, diz o piauiense Diolindo Souza, 43 anos e há 15 tapeceiro.

Diariamente, ele garimpa sofás, poltronas, guarda-roupas, colchões e madeiras descartados em terrenos baldios, onde caminhões da Prefeitura de Diadema depositam os entulhos da cidade.

Depois de fazer a coleta de materiais, ele as direciona para o Projeto Okavango, onde reforma ou recicla as peças. Lá Souza cria seus sofás 80% ecológico que, segundo ele, são pneus reaproveitados, fios recortados de garrafas pets e espuma reaproveitada de colchões. Por fim, ele reveste com corino, um material sintético resistente.

Através do projeto, já foram recolhidos cerca de 600 sofás da rua, 250 foram reformados e voltaram ao mercado e os demais reciclados. Para que isso aconteça, Souza trabalha na forma de cooperativa ao lado de oito colegas.

A venda até pouco tempo era feita apenas na frente da oficina e em lojas de estofados, mas recentemente participaram de uma feira de economia solidária e pela internet, o que aumentou bem a venda de suas peças, que variam de R$ 480 a R$ 780.

Quem compra um produto novo na cooperativa pode dar o seu antigo como parte do pagamento, abatendo até R$ 100 no preço final.

Para participar da cooperativa, Sousa diz que dá preferência paraquem está em “situação de vulnerabilidade socioeconômica”.

Veja agora algumas imagens desses grandes exemplos:

Screen Shot 2015-06-18 at 12.45.12 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.45.18 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.45.34 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.45.42 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.45.48 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.45.55 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.46.09 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.46.21 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.46.29 AM

Screen Shot 2015-06-18 at 12.46.45 AM

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar