Secima divulga balanço da Operação Carnaval

 em Goiás

Operação coibiu a captura, transporte e comércio irregular de peixes

A Operação Carnaval 2015 da Secretaria de Cidades e Meio Ambiente (Secima) apresentou uma queda no número de apreensões e autos de infração, comparado aos números apresentados em 2014.
As equipes de fiscalização ambiental realizaram 908 abordagens a veículos, o que resultou na apreensão de 112 quilos de peixe, ante os 215 quilos apreendidos ano passado. Os oito autos de infração somaram R$ 5.598 reais em multas, número bem inferior aos R$ 17.900 resultantes dos 36 autos de infração lavrados em 2014.
Entre a sexta-feira, dia 13, e a Quarta-feira de Cinzas, fiscais da Secima realizaram blitze aquáticas e terrestres nas bacias do rio Araguaia, rio Vermelho, rio Crixás-Açu, rio Pintado e no Lago dos Tigres. Fiscais também coibiram a poluição sonora causada por uso de som automotivo nos municípios de Aruanã e Britânia.
Segundo a superintendente de Licenciamento e Qualidade Ambiental da Secima, Gabriela de Val Borges, a redução das apreensões tem ocorrido nos últimos três anos. Para Gabriela, muito se deve à Lei da Cota Zero para transporte de pescados, em vigor desde maio de 2013, e ao Programa Araguaia o Ano Inteiro, que mantém equipes nos postos de fiscalização durante todos os meses.
A superintendente afirma ainda que a presença constante dos fiscais e o trabalho de educação ambiental têm repercutido de maneira positiva: “Os turistas e pescadores estão cientes das restrições impostas pela Cota Zero e pelo período da piracema e estão cada vez mais conscientes da importância de se preservar a biodiversidade e os recursos naturais do Cerrado”.
A Operação Carnaval visa coibir a captura, armazenamento, o transporte e o comércio irregular de peixes no rio e seus afluentes.

Fonte: Assessoria Secima

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar