Satélites ajudam a combater desmatamento

 em Goiás +20

O combate ao desmatamento continua após fiscais flagrarem um desmatamento ilegal de 429 hectares, mais 3,3 hectares de áreas de preservação permanente (APPs), no município de Britânia, no último final de semana. Um auto de infração foi emitido no valor de R$ R$ 449 mil e quatro tratores foram lacrados.

As operações de combate ao desmatamento ilegal continuam em todo o Estado. As investigações e o monitoramento das áreas verdes são feitos com a ajuda de imagens de satélite, por meio do serviço de geoprocessamento. Outra investigação em curso tenta localizar uma área devastada na região metropolitana de Goiânia. Conforme as informações preliminares, as árvores estariam sendo enterradas.

Conforme o superintendente de Qualidade Ambiental da Semarh, Luciano Henrique de Moura, fiscais já flagraram várias áreas desmatadas ilegalmente na região da cidade de Goiás. Todos foram autuados e tiveram as propriedades embargadas. Os equipamentos utilizados no crime foram apreendidos. As licenças ambientais que por ventura o infrator tenha para alguma atividade na propriedade também são suspensas. Além disso, é aberto um processo administrativo e outro criminal.
Secretária do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Jacqueline Vieira explica que nem todo desmatamento é ilegal, e o produtor deve procurar a Semarh para avaliar a possibilidade de desmatar uma área. “A lei deve ser cumprida para que o impacto no ambiente seja o menor possível”, diz. Jacqueline afirma ainda que o combate ao desmatamento é feito de maneira constante pela fiscalização, e que denúncias de crimes ambientais podem ser feitas pelo telefone 0800-646-2112, garantindo o anonimato do denunciante. Para a secretária, é lamentável a falta de consciência ambiental por parte de uma grande parcela da população. “O que a lei protege hoje é a garantia de vida do Cerrado e das condições de produção agropecuária. Só os inconsequentes não entendem”, conclui.

desmata cerrado

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar