Recursos Federais para Recursos Hídricos Goianos

 em Goiás +20

Reunidos com o presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreus, o secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Goiás, Umberto Oliveira, e o superintendente de Recursos Hídricos, Augusto de Araújo Almeida, estabeleceram boas parcerias para a gestão das águas em Goiás.

O Plano Estadual de Recursos Hídricos vai receber recursos da Agência para ser implantado. Goiás também vai integrar o Pacto Nacional da Água, criado pela ANA e pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA). Este pacto também vai garantir recursos para que a Semarh gerencie suas outorgas de uso de água com mais eficácia e agilidade.

O presidente da ANA se mostrou bastante interessado na forma em que a Semarh tem implantado o modelo de criação de comitês de bacias hidrográficas. Neste sistema, Goiás está dividido em onze unidades hidrológicas, cada uma coberta por um comitê. Isso reduz o número de comitês, fortalece cada unidade e facilita todo o processo de gestão das águas em Goiás. O modelo aplicado em solo goiano tem servido como exemplo para vários estados no Brasil.

Umberto Oliveira ficou encarregado de preparar a criação do Comitê Interestadual da Bacia Hidrográfica do Araguaia-Tocantins. Este comitê terá integrantes dos dois estados que compõem a bacia, assim como ocorre no Comitê do Rio Paranaíba. “Sinto-me honrado por ter a chance de criar um novo comitê, um sistema que se mostra cada vez mais eficaz para a gestão democrática e responsável dos recursos hídricos”, resumiu o secretário Goiano.

Fonte: Brenno Sarques, SEMARH GO

Postagens Recomendadas
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar