Plantio de árvores marca o Dia do Cerrado

 em Goiás

via Secima

Pouca gente sabe, mas setembro é o mês do Cerrado. Por todo o Estado, as comemorações vão ocorrer principalmente no dia 11, o Dia Nacional do Cerrado. Mais do que uma festividade, a data serve de alerta sobre os riscos que o maior bioma goiano e o segundo maior do Brasil, tanto em área quanto em biodiversidade, tem sofrido nos últimos quarenta anos.

Para o secretário estadual das Cidades e do Meio Ambiente, Vilmar Rocha, o Cerrado precisa fazer parte cada vez mais do cotidiano das pessoas. “Nós, em Goiás, ouvimos falar mais da Amazônia do que do Cerrado. Sem desmerecer a importância da Amazônia, é importante saber que o Cerrado é o ponto de equilíbrio entre praticamente todos os outros biomas brasileiros: uma região que abriga uma das maiores biodiversidades do planeta”, diz.

Com objetivo de informar e educar a população sobre a importância de se preservar o Cerrado, a Secretaria das Cidades e do Meio Ambiente (Secima) realiza uma série de ações ao longo de todo o mês de setembro em diversas cidades do Estado. São atividades educacionais, como palestras, oficinas e debates, mas também trabalhos de recuperação de nascentes e plantio de árvores. “Vamos colocar a mão na massa e envolver muita gente que se importa com o futuro das próximas gerações”, afirma Vilmar.

A programação da Secima começou no dia 2 de setembro, na Semana do Folclore de Serra da Mesa. Durante toda a semana, alunos de escolas municipais e estaduais participaram da oficina de Produção de Documentário Ambiental, e aprenderam mais sobre a Política Estadual de Resíduos Sólidos, com o painel apresentado pela equipe da Secretaria.

Em Goiânia, a água é o tema central do 20º Simpósio Ambientalista do Cerrado. De 9 a 11 de setembro, o Auditório da Faculdade de Direito da UFG é palco de debates sobre as principais questões que envolvem a gestão dos recursos hídricos em Goiás e no Brasil. A palestra sobre o Programa Plante Água ficará a cargo da superintendente do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Goiás, Jacqueline Vieira, às 14 horas da quinta-feira, dia 10. A mesa redonda “Propostas de um Futuro Hídrico Viável para o Cerrado” também será coordenada por Jacqueline Vieira, às 9 horas da sexta-feira, dia 11. Os debates e apresentações estão na programação do Simpósio: http://www.sabc.org.br/site/

Também em Goiânia, a 3ª edição da Feira do Meio Ambiente – Atitudes Ecologicamente Corretas – vai movimentar o Sesc Faiçalville com uma série de atrações voltadas para a educação ambiental. A programação é aberta ao público, do dia 16 a 18 de setembro. Confira mais no link da Feira: http://goo.gl/RGCCPA

Semana da Árvore

Na região Central de Goiás, o município de Ceres contará com mais uma edição da Semana da Árvore. Comemorado dia 21 de setembro, o Dia da Árvore será o ponto central de toda uma programação voltada para a preservação do meio ambiente e dos recursos hídricos. A Secima estará presente com a apresentação do Documentário DamNation e palestra sobre a situação hídrica de Goiás, às 19:30 da segunda-feira, dia 21.

Alunos de ensino municipal de Ceres também vão participar da oficina de Documentário Ambiental, do dia 22 a 24. Ainda durante o evento, a Secima vai oferecer mudas de espécies nativas do Cerrado para o plantio urbano em toda a região de Ceres.

Plantio de 110 mil árvores marca o Dia do Cerrado

Para comemorar o Dia do Cerrado, a Secima vai plantar 110 mil árvores dentro do Parque estadual Altamiro de Moura Pacheco (Peamp). Cortado pela BR-153, o parque fica na saída de Goiânia para Brasília e representa a maior área verde da Região Metropolitana. Juntamente com o Parque do João Leite, os dois parques somam uma área contínua de 4.964 hectares, ocupada por ecossistemas florestais que estão entre os mais devastados do mundo. O plantio é uma compensação ambiental pelo impacto causado com a duplicação da BR-050, e soma mais de R$ 2,3 milhões em investimentos desde a preparação do terreno até a manutenção das árvores plantadas.

O lançamento do plantio será às 9 horas da sexta-feira, dia 11. Na ocasião, o secretário Vilmar Rocha também vai assinar a ordem de serviço de reforma da sede administrativa do Peamp no valor de R$ 360 mil. 

Confira a programação:

Goiânia

20o Simpósio Ambientalista Brasileiro do Cerrado

Dias 9, 10 e 11 – Auditório da Faculdade de Direito da UFG

Palestra – Projeto Plante Água – Jacqueline Vieira, superintendente executiva do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos

Dia 10 – 14 horas

Mesa Redonda – Propostas de um Futuro Hídrico Viável para o Cerrado – Jacqueline Vieira, superintendente executiva do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos

Dia 11 – 09 horas

PLANTIO COMPENSATÓRIO – PEAMP

Dia 11 – 9h30

Plantio de 70 mil mudas nativas do Cerrado em área a ser recuperada dentro do Parque Altamiro de Moura Pacheco (Peamp), como forma de compensação ambiental pela duplicação de rodovia BR-050 que afeta a bacia hidrográfica do Paranaíba. Assinatura de ordem de Serviço para das instalações no Peamp (Compensação ambiental da Anglo-American)

Local: Peamp

Início das Conferências setoriais do Plano Estadual de Resíduos Sólidos (PERS). Destinadas à discussão das diretrizes, estratégias, metas e ações propostas para o PERS com os setores e entidades que os representam. O objetivo é elaborar, de forma participativa, planos de gestão que possibilitem a construção de políticas públicas efetivas e de longa duração, e o diálogo com grupos organizados e entidades representativas dos setores econômicos e sociais tem papel estratégico para elaboração do PERS.CONFERÊNCIAS DATA E HORÁRIOServiços públicos

de saneamento básico 09/09 – 08:30h

Industriais e de mineração 09/09 – 14:30h

Serviços de saúde 16/09 – 08:30h

Agrossilvopastoris 16/09 – 14:30h

Construção civil 23/09 – 08:30h

Transporte 23/09 – 14:30h

Resíduos sólidos urbanos – 30/09 – 08:30/ 14:30h

Local – Secima – Setor Leste Universitário

DEBATES SUSTENTABILIDADE – CEASA

Ciclo de debates em busca de soluções relacionadas à geração de resíduos sólidos, ao tratamento de afluentes, à gestão de recursos hídricos e ao aproveitamento de energia solar.

A Ceasa-GO é uma instituição que, na produção de resíduos sólidos, equivale a um município de 25.000 (vinte e cinco mil) habitantes. Desta forma, mister ações de gestão ambiental de pequeno, médio e longo prazo.

Dia 9 – 9 horas

Local: Ceasa-GO

Participação – Jacqueline Vieira

3ª edição da Feira do Meio Ambiente – Atitudes Ecologicamente Corretas – Sesc Faiçalville

Dias 16 a 18

Exposição e orientações sobre poluição das águas e descarte correto de resíduos sólidos – Wagner Oliveira

Dia 16 – 19h30

Dias 17 e 18 – 09h às 16h

CERES–SEMANA DA ÁRVORE

Dias 21 a 25

Apresentação do Documentário DamNation e palestra sobre a situação hídrica de Goiás, com o Gerente de Planejamento de Recursos Hídricos João Ricardo Raiser

Dia 21 – Dia da Árvore – 19h30

Distribuição de mudas do Cerrado

Dia 21 – Dia da Árvore – 9 horas

Oficinas de Produção de Documentário Ambiental – Débora Torres 

Dias 22 a 24

Para alunos de Ensino Municipal – turnos matutino e vespertino

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar