ONG viabiliza investimento privado para projetos de conservação ambiental

 em Goiás +20

Seis projetos voltados a preservação do meio ambiente já mostram resultados em diferentes biomas do País, que receberam financiamento privado para expandir suas atividades. A iniciativa partiu da Organização Não Governamental (ONG) Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação (SPVS), em Curitiba.

Em síntese, a ação reúne pessoas interessadas em preservar, que elaboram projetos ambientais; com pessoas dispostas a financiar esses trabalhas. Como resultado desse sistema está a iniciativa de conservação de 36 mil m² de Mata Atlântica na cidade sede da ONG.

Segundo responsáveis, diferenças tornam a iniciativa inusitada: a primeira é que os projetos são idealizados por cidadãos comuns, que apresentam propostas de conservação para uma determinada espécie ou biodiversidade. A segunda é o financiamento parte de empresas privadas.

Ações como o Projeto Papagaio-verdadeiro, que busca a preservação da ave na planície pantaneira de Mato Grosso do Sul, . Outra iniciativa quer garantir o bioma para sobrevivência do bicudinho do brejo, ave do litoral do Paraná. Na Serra da Canastra, um pesquisador transformou a comunidade em aliada para salvar da extinção o lobo-guará.

A proposta do projeto, batizado de Empreendedores da Conservação, não é o de simples filantropia. De acordo com a ONG, os seis projetos em andamento são apoiados pelo HSBC Seguros e movimentam investimentos na ordem de R$ 3 bilhões.

Fonte: AmbienteBrasil

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar