O século XXI pós Covid

 em Destaque, Editorial, Saúde

A sociedade vinha resistindo às mudanças que o novo século anunciava ao longo dos últimos anos, com a disrupção de várias atividades e serviços. O mundo muda de forma gradual, mas evidente que os meios digitais e a tecnologia da informação aceleraram o tempo e diminuíram os espaços. O mundo ficou menor e o tempo passa mais rápido.

Nesta nova ordem econômica global as empresas e os profissionais se viram diante de desafios e decisões difíceis, que incluem sempre a mudança de paradigmas. Empresas de sucesso global viram desabar seus valores em função da demora de perceber a mudança de consumo no seu segmento.

Um dos casos mais evidentes foi o das fotografias, que passaram a ser digitais. As musicas passaram a ser vendidas por streaming, o táxi virou UBER e o carro próprio vem deixando de ser objeto de consumo para as novas gerações.
Morar no centro virou cool e andar de bicicleta para ir ao trabalho ganhou status moderno.

Com o evento do coronavírus este movimento vai acelerar, mas com uma vantagem, TODOS teremos que mudar.
As vezes optar por uma mudança sozinho é mais difícil, pois o risco e o perfil conservador da sociedade sempre nos faz refletir e ficar inseguro. Mas agora não temos opção. Game OVER. O jogo vai começar de novo.

Agora o novo consumidor vai buscar de forma muito mais objetiva o tratamento individualizado. Sair para comer só se for uma experiência única, exclusiva. Fazer comida em casa vai ser cada vez mais chique. As viagens vão se tornar mais pensadas e imagino que o tempo delas serão maiores, voltaremos às viagens de média duração. Os produtos e consumo deve mudar também. O consumo será mais consciente e a procura por produtos de qualidade serão a tônica do futuro. Na moda sai o Fast fashion e entra a moda de estilo.

E a sua empresa? Como ela vai se adaptar ao novo mundo?

Neste momento todos os empresários deverão focar em planejamento e reposicionamento. Não existem milagres.
Fazer uma análise do mercado, entender sua melhor competência e definitivamente falar diretamente com seu consumidor, seu cliente potencial.

O Marketing passará a ser compreendido na sua dimensão mais ampla, e o desenvolvimento não será apenas da publicidade, marca e embalagens, mas principalmente do produto e da forma de relacionamento com seu cliente.

Relacionar com seu cliente, criar esta empatia, focar nas necessidades físicas e psicológicas daquele é seu motivo de existir. Saímos do B to B (Business to Business) para uma relação direta com o consumidor, acabaram os intermediários e quem perceber isto vai sair na frente.

Bem vindos ao século XXI.

Postagens Recomendadas
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar