Goiás recebe repasse de R$ 81 milhões do cartão-reforma

 em Destaque, Goiás, Política

Primeira etapa tem 87 municípios selecionados e vai beneficiar mais de 16 mil famílias com recursos do governo federal. Meta de Goiás é construir 30 mil habitações em dois anos

Goiás é o primeiro estado a receber os cartões-reforma da Secretaria Nacional de Habitação, órgão ligado ao Ministério das Cidades. Os repasses de recursos aos municípios contemplados foi feito na tarde desta segunda-feira, dia 24, no Auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, com a presença do diretor de melhoria habitacional do Ministério das Cidades, Álvaro Lourenço e do vice-governador José Eliton. Secretário da Secima, Vilmar Rocha também compareceu.

O evento contou com uma apresentação a prefeitos e técnicos municipais foi feita pelo Álvaro Lourenço sobre os procedimentos que cada prefeitura deve tomar. Ao todo, 87 municípios vão receber R$ 81 milhões, o que beneficiará 16.321 famílias. Os municípios ficarão responsáveis por repassar os cartões-reforma a famílias que careçam deste tipo de serviço. Os valores de cada cartão variam de R$ 2 mil a 9 mil.

O secretário Vilmar Rocha considera a política de habitação goiana como uma das mais vitoriosas dos governos Marconi Perillo, e diz que o déficit habitacional goiano só não é menor pelo fato de o estado ser um polo de atração populacional. “O desafio agora é cada município fazer o dever de casa e cumprir suas metas”, declarou.

Secretário nacional de habitação, Álvaro Lourenço lembra que o cartão-reforma nasceu a partir do conceito de cheque-reforma, criado em Goiás e responsável por tornar mais dignas as moradias de milhares de famílias carentes. “Se o cartão-reforma existe, é porque começou em Goiás”, resumiu.

Vice-governador de Goiás, José Eliton lembrou que cabe às prefeituras fazer os recursos chegarem a quem mais precisa. Em maio estaremos verificando as obras em dez regionais”, anunciou. Para José Eliton, a Agência Goiana de Habitação é uma das instituições do Poder Público estadual que têm gerado resultados mais positivos à população.

Agora, a meta do governo de Goiás é a contratação de mais 30 mil moradias nos próximos dois anos, em parceria com a Caixa Econômica Federal, com investimento de R$ 1 bilhão, dos quais R$ 300 milhões do tesouro estadual. Construção habitacional integra o programa Goiás na Frente, lançado no mês passado pelo governador Marconi Perillo. O presidente da Agehab, Luiz Stival, destaca que a equipe da Agência está trabalhando para o cumprimento desta meta. A Agehab já se reuniu com todos os prefeitos para estabelecer as parcerias para a construção das 30 mil moradias, com reuniões de ponto de controle com a Caixa Econômica Federal.

As informações são da Comunicação Setorial da Secima.

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar