Goiás ganha pátio de compostagem

 em Goiás +20

Empresa é a primeira a receber licença da Semarh para a atividade

Secretária do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Jacqueline Vieira foi conhecer de perto o primeiro pátio de compostagem licenciado pela Semarh, e que oferece soluções ambientais para gestão de resíduos sólidos e líquidos.

A empresa Ciclo Verde usa uma metodologia que reduz até 77% dos valores gastos com tratamento de resíduos orgânicos quando comparado às formas de tratamentos convencionais. Um dos resultados a diminuição do impacto no Aterro Sanitário, que devem receber apenas resíduos domésticos.

Para a secretária do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Goiás, é necessário investir em empresas que ofereçam serviços de compostagem de resíduos orgânicos, gerenciamento de resíduos, descaracterização de produtos e que realizem assessoria e treinamentos para que as indústrias estejam cada vez mais alinhadas a processos de produção sustentáveis e transformação de resíduos, diminuindo o impacto na natureza. “Há processos de tratamento de resíduos e efluentes muito econômicos e que podem trazer enormes ganhos ambientais, somados à redução de custos de produção e descarte”, explica Jacqueline.

Assessoria da Semarh.
Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar