Fumaça tóxica de lixão ameaça saúde de catadores em Luziânia

 em Goiás +20

Os focos de incêndio que têm surgido no lixão do município de Luziânia, em Goiás, produzem fumaça tóxica e colocam em risco a saúde de trabalhadores do local. De acordo com especialistas, umas das causas do fogo pode ser a grande concentração de gás liberada pela decomposição de 170 toneladas de lixo despejadas no local todos os dias.

Apesar dos indícios de que as chamas surjam de forma espontânea, biólogos advertem que a queima proposital para reduzir o volume dos dejetos também é errado. O mais indicado, segundo eles, é enterrar, tratar e separar o lixo que pode ser reaproveitado.

Os mais prejudicados com a fumaça das queimadas são os catadores de lixo, que andam e manuseiam os resíduos sem usar quaisquer equipamentos de segurança. Além de inalar a fumaça, eles convivem com materiais que não foram devidamente descartados e com o líquido originado da decomposição do lixo, conhecido por chorume.

Conforme técnicos, o lixão está a dez quilômetros da cidade e é rodeado por várias propriedades rurais. Especialistas afirmam que, por isso, o solo do local está contaminado, colocando em risco também o lençol freático da região.

Fonte: G1

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar