Faça o seu terrário

 em Goiás +20

Terrários são minijardins feitos em recipientes de vidro, que simulam pequenos ecossistemas. Quem não tem espaço para um jardim, pode fazer o seu e inserir a natureza até no menor dos apartamentos. São práticos de fazer e bonitos, motivo pelo qual tem sido usados na decoração e paisagismo. São também uma ótima atividade para se fazer com crianças, assim aproximando-a da natureza e fazendo-a entender o funcionamento de um ecossistema. Se bem feitos e bem cuidados, podem durar anos.

O engenheiro florestal e paisagista Thiago André dá uma dica para escolher as plantas: “Procuro usar plantas com necessidades de manutenção parecidas. O melhor é que tenham folhas pequenas e crescimento lento”. Ele também ensina a cuidar dos terrários: “Se o vaso for aberto, borrife 250 ml de água com um spray três ou quatro vezes por semana. Para vidros fechados, são os mesmos 250 ml de água uma vez ao mês. A exposição ao sol deve ser indireta para não queimar as plantas. Adubar é desnecessário e pode danificar algumas espécies de musgo. ”

Nos terrários da artista plástica Vivian Kass, surgem cenas fabulosas povoadas por bichos de plástico, bonecas e caveiras garimpados pela cidade. “Compro muita bugiganga e trago para o ateliê. Uso em meu trabalho coisas com as quais convivo”, conta. Com as espécies, não é diferente: a maior parte vem de seu quintal. “Pego plantas da rua também. Adoro um musgo de calçada.” Uma particularidade dos terrários de Vivian é que todos têm tampa – ela monta os microambientes, rega e, depois que os fecha, raramente volta a abri-los. “O processo natural é bem-vindo. Às vezes, uma planta morre. Em outras, nascem musgos, ervas daninhas, fungos.”

PASSO A PASSO: MONTE SEU TERRÁRIO

1. Limpe o vidro por dentro e por fora. No fundo, faça uma camada de carvão fina e apenas no centro do recipiente. Somente a terra ficará visível no final. Adicione a casca de pínus, desenhando o relevo desejado. Jogue um pouco mais de carvão e misture-o à casca;
2. Cubra a camada anterior, responsável pela drenagem, com a terra. Preencha também o espaço das laterais. Usando um papel toalha ou um pano umedecido, limpe a terra grudada nas paredes do vaso;
3. Distribua as plantas: as maiores vão ao centro, e as menores, na parte mais externa. Finalize com pedaços de tijolo, gravetos e outros ornamentos;
4. Molhe todas as plantas com um spray de 250 ml. Aproveite e borrife água em alguma sujeira persistente.

Para os iniciantes, é mais fácil montar e manter o terrário num vidro de boca larga, como o modelo acima. O garrafão de abertura estreita desta foto requer o uso de pinças longas, encontradas em lojas especializadas em botânica. Arames e bambus também são acessórios empregados pelos experts.

Via Planeta Sustentável

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar