Em 14 estados brasileiros, incluindo o DF, abastecer com etanol é bom negócio, aponta ANP

 em Goiás +20

Abastecer com etanol segue vantajoso em relação à gasolina nos postos de combustíveis de 14 Estados e no Distrito Federal (DF), de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pela Agência Estado. Além da vantagem para o bolso dos motoristas, a utilização do biocombustível contribui para a qualidade do ar, uma vez que a energia renovável dispensa a queima de combustíveis fósseis.

Atualmente, o biocombustível etanol está competitivo na Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins e no Distrito Federal. Em Alagoas e no Rio Grande do Norte, é indiferente a utilização de álcool ou gasolina no tanque. Nos demais dez estados, a gasolina leva vantagem sobre o álcool no que diz respeito ao preço.

No estado de São Paulo, que concentra quase 60% do consumo de etanol no Brasil, o álcool tem a melhor vantagem. Considerando o preço médio da gasolina de R$ 2,402 por litro no estado, o etanol hidratado é competitivo na região até R$ 1,6814 e, na média da ANP, o preço em São Paulo ficou em R$ 1,291 por litro na semana passada, o que corresponde a 23,21 % abaixo do ponto de equilíbrio entre gasolina e etanol. Na maior unidade federativa do país, os preços do etanol caíram 0,07%.

Segundo o levantamento, em São Paulo, o preço do etanol está em 53,75% do preço da gasolina (até 70% o etanol é competitivo). Em Goiás, a relação é de 54,27%, no Paraná de 56,13%, em Mato Grosso de 58,98% e no Rio de Janeiro de 64,66%. A gasolina está mais vantajosa principalmente no Acre (preço do etanol é 83,12% do valor da gasolina) e Roraima (82,64%).

 

Fonte: Ecodesenvolvimento

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar