Drones coletam poluição e a transformam em material para impressão 3D

 em Comportamento, Sustentabilidade

Inspirados no modus operandi das abelhas que levam pólen à colmeia, os drones podem ser usados para coletar poluição do ar e depois transformar as partículas nocivas em material para impressão 3D, como demonstrará um projeto espanhol de pesquisa, recém-selecionado em uma competição mundial.

Denominado UrbanBees (abelhas urbanas, em inglês), este inovador sistema de combate à poluição, criado por um grupo de quatro alunos de engenharia aeroespacial da Universidade Politécnica de Madri (UPM), foi selecionado para disputar a fase final da competição internacional “Tsinghua-Santander World Challenges of the 21st Century”.

Apenas nove equipes passarão à última fase deste desafio promovido pelo Banco Santander e pela Universidade de Tsinghua, uma referência em educação na China e uma das melhores instituições do mundo em engenharia.

A lista deve contar ainda com universidades prestigiadas como Imperial College London, Oxford, Cambridge, Harvard, MIT, Berkeley e Stanford.

Fonte: UOL

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar