Desapego material e economia estimulam adesão às microcasas móveis

 em Comportamento, Sustentabilidade, Urbe
via EcoD

Já pensou como seria se você pudesse mudar de cidade e continuar morando na mesma casa? A geógrafa Lee Pera, de 37 anos, vive hoje esse tipo de experiência, segundo relatou a BBC. Ela integra o movimento das microcasas, que conquista cada vez muitos adeptos nos Estados Unidos.

As construções possuem até 37 metros quadrados e, devido a leis que proíbem que casas muito pequenas sejam construídas em algumas cidades, essas residências são, muitas vezes, edificadas sobre rodas, tornando-se móveis e toleradas em mais regiões.

O movimento, que entrou em ascensão durante a crise econômica em 2008, que afetou consideravelmente o setor imobiliário, reacende hoje com novos critérios: pessoas que não querem gastar todo o seu dinheiro com aluguéis ou investir em imóveis gigantes, como também aqueles que procuram por um modelo de vida menos consumista, mais simples e sustentável.

O casal Guillaume Dutilh e Jenna Spesard tem como prioridade a liberdade de poder se locomover e ainda assim, se sentir em casa. Eles relatam sua jornada mundo afora no blog Tiny House, Giant Journey.

Para saber mais sobre o estilo de vida dos adeptos das microcasas, como construir uma e outras questões, conheça também o site Tiny r(E)volution.

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar