Cerrado recebe investimento de R$ 60 milhões em estudos

 em Destaque, Política

Parece inacreditável mas o cerrado é lar de nada menos que 5% de todas as espécies do mundo e já teve quase metade da sua extensão destruída pela ação humana. Devido a sua importância, o bioma será estudado pelos próximos 4 anos a fim de ser melhor gerido, de forma sustentável e o mais importante: protegido.

O Programa de Investimento Florestal (FIP, do inglês Forest Investment Program), vinculado ao Fundo de Investimentos Climáticos (CIF, do inglês Climate Investment Funds) anunciou em 10 de setembro a liberação de R$ 60 milhões para pesquisa e divulgação de informações referentes ao Cerrado, segundo maior bioma brasileiro.

O projeto Informações Florestais para uma Gestão Orientada à Conservação e Valorização dos Recursos Florestais do Cerrado pelos Setores Público e Privado será executado pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente (MMA). O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) será responsável pelo gerenciamento da verba.

Está prevista a realização do Inventário Florestal Nacional (IFN) nos 11 estados que compõem o bioma e a consolidação do Sistema Nacional de Informações Florestais (SNIF), uma plataforma voltada à gestão e disseminação de informações sobre os recursos florestais do País.

O projeto terá duração de 48 meses. Ao final, estarão disponíveis estimativas detalhadas quanto à área de cobertura florestal e aos diferentes usos da terra; fragmentação, saúde e vitalidade das florestas; diversidade e abundância de espécies florestais; árvores fora da floresta; estimativas dos estoques florestais (volume e biomassa) e estoques de carbono acima e abaixo do solo; características do solo sob as florestas e manejo de florestas. Também serão divulgados dados socioambientais, como os usos de produtos e serviços da floresta por populações locais.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente (MMA), do ponto de vista da diversidade biológica, o Cerrado brasileiro é reconhecido como a savana mais rica do mundo, abrigando 11.627 espécies de plantas nativas já catalogadas. O Cerrado é lar de 5% de todas as espécies do mundo e comprime 30% da biodiversidade brasileira. Além dos aspectos ambientais, tem grande importância social.

Os dados serão coletados em campo, em cerca de 15 mil pontos espalhados de maneira sistemática em todo o território nacional. O FIP promoverá melhorias na gestão do bioma e contribuirá para a redução das emissões de gases do efeito estufa, a partir da proteção dos estoques de florestas e da promoção do manejo sustentável.

via Portal Brasil

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar