Pacote de ações vai garantir proteção hídrica em Goiás

 em Goiás, Política

A celebração do Dia da Água, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (26), no Centro Cultural Oscar Niemeyer, contou com a participação de mais de 1500 pessoas. A solenidade, contou com as presenças da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira; do presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu; do governador Marconi Perillo, entre outras autoridades.

Preservar as nascentes e promover a gestão dos recursos hídricos são os objetivos das medidas apresentadas durante o evento. Marconi Perillo enfatizou que o governo estadual tem realizado ações em vários aspectos. “Goiás foi o primeiro Estado a regulamentar o próprio Código Florestal. Também estamos fazendo o nosso dever de casa em relação ao saneamento ambiental. Quando assumi o governo em 1999, Goiás contava com 12 estações de tratamento de esgoto, nós então construímos outras e estamos com mais 12 em construção”.

004

 

Plano

O Plano Estadual dos Recursos Hídricos, com investimentos de R$ 2,75 milhões, foi uma das medidas apresentadas e traça as perspectivas de abastecimento de todos os setores dos usuários de água. O titular da Secima, Vilmar Rocha, explica que o Plano dá as diretrizes, caminhos e referências do que será realizado e orienta os usuários da água quanto ao uso deste recurso nos próximos 20 anos.

Vilmar ressaltou a importância que a população tem ao participar de ações de preservação da água, como aconteceu na elaboração deste plano, quando foram realizadas consultas públicas durante todo o ano passado em diferentes regiões do Estado. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, destacou que este Plano deve ser implementado numa visão de gestão integrada com os comitês de bacia e com o controle de fontes de poluição.

A ministra ainda ressaltou durante coletiva que percebeu uma mobilização muito grande da população goiana para as questões hídricas. “Há um interesse da sociedade goiana de entender que preservando o meio ambiente você assegura a oferta de água. Saio daqui com o engajamento e a certeza que estamos indo em uma nova direção em que o País vai se mobilizar para a prevenção e vai ter a consciência que para viver em cidades, a gente precisa preservar nascentes, matas ciliares e portanto precisa valorizar o produtor rural”. Para ela, são necessários diálogos, parceiras e soluções. Ela aproveitou ainda para pedir que Goiás seja o estado campeão no Cadastro Ambienta Rural (CAR).

 

(Com informações do portal Goiás Agora)

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar