Aberta a votação para temas do Fórum da Água

 em Comportamento, Destaque

Até o dia 23 de abril, será possível eleger os temas que poderão integrar a grade da programação do 8º Fórum Mundial da Água, que vai ocorrer em Brasília entre 18 e 23 de março de 2018.  Quem entrar na plataforma Sua Voz oferece seu voto e ainda contribui com a troca de ideias iniciada em fevereiro. Para votar, basta indicar os temas de preferência disponibilizados na página virtual.

As opções mais votadas serão levadas à 2º Reunião de Consulta às Partes Interessadas, marcada para ocorrer entre 26 e 27 de abril deste ano em Brasília. Para participar desse encontro, é necessário apenas preencher o formulário online disponibilizado pelos organizadores. Essa reunião faz parte dos preparativos do Fórum.

SUGESTÕES

A ferramenta Sua Voz permite que cidadãos de qualquer lugar do planeta com acesso à internet compartilhem ideias, experiências e soluções e façam sugestões que poderão ser incluídas no maior encontro mundial sobre água. Serão três rodadas de discussão. A primeira rodada começou em fevereiro e já recebeu cerca de 10 mil visitas e mais de 360 contribuições. Outras duas rodadas estão programadas para começaram em maio e agosto.

As discussões online são coordenadas pela Agência Nacional de Águas (ANA) em articulação com a organização do Fórum. A plataforma Sua Voz está disponível em português e inglês no site do Fórum e conta ferramenta de tradução para mais 90 idiomas. O objetivo é fazer do 8º Fórum um evento plural e democrático, em alinhamento com o tema da próxima edição: “Compartilhando Água”.

OS TEMAS

Clima: está em transformação e afeta a precipitação e padrões de escoamento de rios, o que impacta na disponibilidade de água, na vida humana e nas atividades em geral. É preciso preparo para lidar com a incerteza, inundações e secas mais frequentes.

Pessoas: o acesso à água potável é um direito humano, mas ainda não é uma realidade para um grande número de pessoas ao redor do mundo. A falta de água e de saneamento ameaça a saúde e a dignidade humana, principalmente entre populações mais pobres.

Desenvolvimento: a forma como os diferentes setores usam a água é fator chave para alcançar desenvolvimento sustentável, crescimento econômico, justiça social e proteção do meio ambiente.

Urbano: a concentração da população nas cidades influencia o consumo, a qualidade e a disponibilidade de água. Muitas pessoas vivem em áreas urbanas sem infraestrutura e serviços adequados.

Ecossistemas: água em quantidade e qualidade adequada é fundamental para manter a biodiversidade e a subsistência de ecossistemas. Ambientes naturais desempenham um papel importante de fornecer para as pessoas água com melhor qualidade e em maior quantidade.

Financiamento: segurança hídrica depende do adequado financiamento público e privado para infraestrutura e gestão. É necessário aprofundar o debate para melhorar o financiamento de tecnologias inovadoras sustentáveis e de medidas para lidar com incertezas.

Entenda os temas transversais:

Compartilhamento: toda água é compartilhada por diferentes regiões, governos, atividades humanas e grupos de pessoas. A gestão da água e as decisões devem envolver todos para partilha equitativa de benefícios, soluções e boas práticas em matéria de água.

Capacidades: deve fornecer aos usuários, governos, tomadores de decisão e pessoas ao redor do mundo a informação adequada, educação e Ciência & Tecnologia para o desenvolvimento sustentável e equitativo.

Governança: água é um tema transversal entre fronteiras, setores, grupos e níveis de governo. Abordar problemas hídricos integrando todos esses aspectos requer boa governança, o que compreende as regras, práticas e processos para fazer e implementar as decisões em benefício da sociedade.

O FÓRUM

O Fórum Mundial da Água acontece a cada três anos com os objetivos de aumentar a importância da água na agenda política dos governos e promover o aprofundamento das discussões, troca de experiências e formulação de propostas concretas para os desafios relacionados aos recursos hídricos. Será a primeira vez que o maior encontro mundial sobre água vai acontecer no hemisfério Sul.

O 8° Fórum é realizado e organizado pelo governo federal, por meio do Ministério do Meio Ambiente(MMA), pelo Governo do Distrito Federal e pelo Conselho Mundial da Água, com apoio da ANA e da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa).

As edições anteriores do Fórum Mundial da Água foram realizadas em Marrakech, Marrocos (1997); Haia, Holanda (2000); Quioto, Shiga e Osaka, Japão (2003); Cidade do México, México (2006); Istambul, Turquia (2009); Marselha, França (2012); e Daegu e Gyeongbuk, Coreia do Sul (2015).

As informações são da Assessoria de Comunicação Social do MMA / Assessoria de Comunicação Social da ANA

Postagens Recentes
Contato Comercial

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar