MPF acusa Funai de emperrar demarcação de terra indígena 0

Publicado em 16 de Janeiro de 2015

O Ministério Público Federal (MPF) em Três Lagoas (MS) acusou a Fundação Nacional do Índio (Funai) de emperrar a demarcação da terra indígena Ofayé-Xavante, que fica no município de Brasilândia (MS), há 22 anos, e anunciou que estuda as medidas que serão adotadas em relação à demora, segundo nota divulgada nesta quarta-feira (14). no site oficial do órgão. A área de 1.937 hectares foi reconhecida como indígena pela Portaria n.º 264/92 do Ministério da Justiça. A colocação de marcos físicos nas divisas da terra, a última etapa antes da homologação da demarcação pela presidente da República, Dilma Rousseff, ainda não foi cumprida

Plano de recuperação da vegetação nativa no Brasil: participe da consulta pública 0

Publicado em 16 de Janeiro de 2015

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) deu o pontapé inicial para o que deverá ser o Plano Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa (Planaveg)*. A versão preliminar do programa já está disponível na internet. O documento complementa a Lei de Proteção da Vegetação Nativa (Lei nº 12.651) aprovada em 2012 e que confirmou a necessidade dos proprietários de terra deconservar ou recuperar a vegetação nativa em áreas de preservação permanente (APP) e reserva legal (RL). O governo, por meio do Planaveg, quer atender essas demandas, expandir e fortalecer políticas públicas, incentivos financeiros, boas práticas agrícolas, entre outras medidas importantes para recuperar

Alckmin admite racionamento de água em São Paulo 0

Publicado em 14 de Janeiro de 2015

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), reconheceu, pela primeira vez desde o ano passado, que o estado passa por racionamento de água. “O racionamento já existe. Quando a Agência Nacional de Água (ANA) determina que você que tem que reduzir de 33 para 17 (metros cúbicos por segundo) no Cantareira é obvio que você já está em restrição. Está mais do que explicitado”, disse em um evento da Polícia Militar na zona norte. Alckmin negou que o racionamento será imposto por um decreto seu. “Já temos a restrição de água estabelecida pela ANA, que é a agência

Cientistas pedem proteção a animais esquisitos 0

Publicado em 30 de dezembro de 2014

O macaco-narigudo (“Nasalis larvatus”) vive nas florestas tropicais de Bornéu, na Ásia, assim como os orangotangos. Mas, ao contrário de seu “primo” famoso e bonitão, esse primata é uma das espécies “em perigo” na lista da União Internacional pela Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês), com pouco mais de mil indivíduos soltos na natureza. Para ajudar esses animais menos privilegiados – tanto no quesito beleza, quanto no de conservação -, o biólogo Simon Watt fundou a Sociedade de Preservação de Animais Feios. “A maioria da diversidade animal é feia, dos insetos aos mamíferos. O mundo seria muito

TO apresenta segundo menor índice de desmatamento na Amazônia Legal 0

Publicado em 23 de dezembro de 2014

O Tocantins apresentou uma redução de 35% de área desmatada no bioma amazônico. O levantamento é do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes), realizado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). O Prodes 2014 mediu os índices de desmatamento entre os meses de agosto de 2013 e julho de 2014 e fez a comparação com o período anterior, Prodes 2013. Entre agosto de 2012 e julho de 2013, a área desmatada foi de 74 km². Já no Prodes 2014, esse índice caiu para 48 km². O Maranhão foi o estado que menos desmatou, apresentando uma redução

Caminhões de gás recolherão óleo de cozinha em SP 0

Publicado em 5 de dezembro de 2014

  O que você faz com o óleo de cozinha usado? Descarta corretamente? Se não, saiba que apenas um litro de óleo polui um milhão de litros de água. Situação nada benéfica diante dos problemas atuais com a água, não é mesmo? A boa notícia é que mais de um milhão de moradores da grande São Paulo poderão trocar óleo de cozinha usado por sabão biodegradável, produzido a partir desse óleo. Ao entregar dois litros de óleo usado aos caminhões de gás da Ultragaz, que circulam pela cidade, você recebe em troca duas barras de sabão biodegradável. A campanha

Curso sobre biodiversidade chega ao fim 0

Publicado em 25 de novembro de 2014

Após três semanas, o curso de formação e aperfeiçoamento em biodiversidade terminou nesta sexta-feira, dia 21. O curso foi acompanhado por 370 servidores técnicos e administrativos da Semarh. Dividido em três turmas, o curso foi ministrado pelo Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPE), de São Paulo. A iniciativa integra o Projeto Cerrado Sustentável Goiás, financiado com recursos do Fundo Global para o Meio Ambiente, do Banco Mundial, que tem o fortalecimento institucional como uma de suas metas. O objetivo principal do Projeto é a conservação da biodiversidade do Cerrado. Assim, todos os servidores da Semarh foram capacitados, para que todos