Refugiado constrói casas com garrafas PET, resistentes ao deserto 0

Publicado em 19 de Março de 2017

  Tateh Lehbib Breica, de 27 anos, nasceu e cresceu no campo de refugiados de Awserd, no Saara Ocidental, próximo à fronteira com a Argélia, no norte da África. O acampamento é um dos cinco na região, que abriga famílias que escaparam da guerra que aconteceu ali, há mais de 40 anos. Mas Tateh nunca se deixou abater pela vida difícil. Estudou e conseguiu ganhar uma bolsa de estudos na universidade de Argel, na capital argelina. Não satisfeito, fez um mestrado em Eficiência Energética, em uma faculdade na Espanha. Mesmo estudando longe de seu país, o refugiado nunca esqueceu

Pesquisa identifica microalga que gera biocombustível 0

Publicado em 17 de Março de 2017

Pesquisa de biocombustíveis realizada em Brasília pela Embrapa Agroenergia identificou espécies de microalgas que podem ser cultivadas em resíduos líquidos de processamento em agroindústrias, gerando matéria-prima renovável. Além dos combustíveis, podem ser gerados, entre outros produtos, rações e cosméticos. Os estudos duraram três anos e também identificaram espécies na biodiversidade brasileira. Os estudos utilizaram a vinhaça, formada na produção de açúcar e etanol de cana, e o pome (palm oil mill effluent), gerado no processamento de dendê, aproveitado na fertirrigação das plantações. De acordo com técnicos da Embrapa, utilizá-los como meio para produzir microalgas deverá agregar valor às cadeias produtivas da

Tóquio 2020 pede doação de smartphones para medalhas 0

Tóquio – A organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 pediu aos cidadãos no Japão que doem seus velhos aparelhos eletrônicos, como smartphones e computadores, para usar o metal para fabricação das medalhas olímpicas. O comitê organizador convidou à nação japonesa para “desempenhar seu próprio papel” nos preparativos do evento com uma campanha de recolher os aparelhos que terá início no próximo mês de abril, explicou na semana passada à Agência Efe um porta-voz do comitê. A expectativa é arrecadar oito toneladas de metal para as 5 mil medalhas que serão entregues para os atletas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. “Os computadores e smartphones

Grandes grupos buscam promover hidrogênio como fonte de energia 0

Publicado em 23 de Janeiro de 2017

Treze grandes grupos europeus e asiáticos unirão esforços para promover o hidrogênio como fonte de energia limpa com o objetivo de reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Este “conselho do hidrogênio” (‘hydrogen council’), que realizou na terça-feira sua primeira reunião em Davos, onde é realizado o Fórum Econômico Mundial (WWF), é formado por grupos relacionados à energia ou ao setor automobilístico. “Atores chave da energia, do transporte e do setor industrial unem suas forças para expressar uma visão comum do papel central que o hidrogênio terá na transição energética”, disse o presidente do novo conselho, Benoît Potier, máximo

Cientistas produzem petróleo a partir do esgoto 0

Publicado em 23 de novembro de 2016

Já pensou em encher o tanque do carro com esgoto ? Em breve, isso será possível. Cientistas descobriram como transformar os resíduos que seguem vaso sanitário abaixo em combustível . A tecnologia, chamada de liquefação hidrotérmica (HTL, na sigla em inglês), imita as condições geológicas que a Terra utiliza para criar petróleo bruto, usando altíssimas temperaturas e muita pressão. O processo consegue em minutos algo que a natureza leva milhões de anos para fazer. Segundo os pesquisadores do Pacific Northwest National Laboratory (PNNL) , associado ao Departamento de Energia dos EUA, o material resultante é semelhante ao petróleo bombeado do solo, com uma pequena quantidade de água e

Robô goiano pode ajudar a combater desperdício de água 0

Publicado em 3 de outubro de 2016

Um robô de inspeção que entra em locais de difícil acesso como galerias de esgoto, água e dutos de ar condicionado, identificando problemas como vazamentos, entupimentos e outros danos ou falhas. O produto, que já está no mercado, foi desenvolvido por uma empresa goiana incubada no Centro de Empreendedorismo e Incubação da Universidade Federal de Goiás (CEI/UFG), anteriormente denominado Programa de Incubação de Empresas (PROINE). O robô VX1-300 foi projetado pelos engenheiros Danilo Sulino S. Pinto, Rauhe Abdulhamid e Yi Lun Lu, fundadores da RYD Engenharia, empresaespecializada no desenvolvimento de projetos e protótipos na área de engenharia elétrica e computação,

Novo sistema de emissão de licenças ambientais online está disponível ao cidadão 0

Publicado em 13 de setembro de 2016

A Superintendência de Licenciamento e Qualidade Ambiental da Secima realiza uma palestra sobre o novo sistema de emissãoz de licenças ambientais online (WebLicenças) às 14 horas da sexta-feira, dia 16 de setembro, no auditório da Secima, 11a Avenida, No 1272, setor Leste Universitário. O objetivo é apresentar as funcionalidades e benefícios do novo sistema a gestores ambientais, técnicos, consultores, estudantes e demais interessados. Neste primeiro momento, o WebLicenças está disponível para empreendimentos de baixo impacto ambiental (confira abaixo as atividades abaixo). Com isso, todas as licenças prévias e de instalação serão obtidas pelo empreendedor via internet, sem a necessidade

Cidade suíça utiliza árvores para amenizar o efeito das ilhas de calor 0

Publicado em 8 de setembro de 2016

O ambiente urbano é notavelmente mais quente. A diferença de temperatura entre as áreas urbanas e as zonas rurais pode chegar a 4-5ºC. Esse contraste térmico, associado às ilhas de calor urbanas, pode provocar alterações na umidade do ar, nas chuvas e vento . As cidades têm estrutura que favorecem seu aquecimento: edifícios, indústrias e área asfaltada. O que, aliado aos recordes consecutivos do aquecimento global,  faz com que se busque novas estratégias para restringir o avanço dos termômetros nas cidades. Na Suíça, a estratégia é plantar árvores. É disso que trata um projeto piloto realizado no município mais quente da Suíça:  Sion . Segundo o Serviço de Urbanismo e Cidadania da prefeitura , a temperatura média de Sion subiu

Conheça o mapa interativo que mostra o desmatamento no mundo em tempo real 0

Publicado em 1 de setembro de 2016

Você já ouviu falar no “Global Forest Watch”? Esta ferramenta, criada pelo Instituto Global de Recursos, permite que qualquer pessoa acesse as informações sobre o desmatamento no mundo inteiro, praticamente em tempo real. Trata-se de um mapa interativo, que coleta informações de diferentes satélites de monitoramento e transforma esses dados em material visual, conectado aos mapas virtuais do Google. Além de facilitar o acesso às informações e torná-las públicas, o sistema agiliza a transmissão disso, permitindo que medidas de controle do desmatamento sejam aplicadas antes que seja tarde demais. Não é necessário aguardar meses ou esperar que os órgãos