“Construindo Pontes” é o grande campeão do Fica 2018 0

Publicado em 11 de junho de 2018

Depois de cinco dias de mostras e exibições, o 20° Festival Internacional de Cinema Ambiental (Fica) entregou na manhã de domingo, 10/6, sexto e último dia dessa edição 2018, a premiação das Mostras Competitiva, ABD e Saneago. O documentário brasileiro “Construindo Pontes”, de Heloísa Passos, foi escolhido por unanimidade pelo júri de premiação como a melhor produção e levou o Grande Prêmio Cora Coralina da Mostra Competitiva. A seleção foi feita entre os 21 filmes exibidos, provenientes de 8 países. Além do troféu Cora Coralina, a produção recebe um prêmio no valor de 100 mil reais e também foi a

Fica Atitude e Escola Sustentável: legados do festival na Educação em Goiás 0

Publicado em 7 de junho de 2018

Reportagem: Elisama Ximenes / Fotos: Léo Iran A programação do Fica 2018 nessa quarta-feira, 6, foi marcada por dois momentos emblemáticos do legado do festival nos seus 20 anos de história. Foi lançada a primeira Escola Sustentável do Estado de Goiás, no Centro de Educação em Período Integral Alcide Jubé, uma das mais tradicionais escolas públicas do Estado e teve início a exibição dos vídeos do projeto Fica Atitude no Cineteatro São Joaquim, na Cidade de Goiás. O professor Jonas Berquó, coordenador Regional de Educação, Cultura e Esporte da Cidade de Goiás (CRECE), explica que o objetivo do projeto

Fica 2018 – Interação, oficinas e debates na Tenda Multiétnica na Cidade de Goiás 0

Publicado em 6 de junho de 2018

Por Daniela Martins   A relação de camponeses, quilombolas e dos povos indígenas com o meio ambiente tem espaço de destaque na programação da 20ª edição do Festival Internacional de Cinema Ambiental (Fica). Pelo segundo ano consecutivo, a temática é foco da Tenda Multiétnica, instalada no Largo do Chafariz. A abertura da Tenda Multiétnica será na terça-feira, 5, com apresentação cultural do povo Iny/Karajá, roda de capoeira Quilombola Kalunga e a abertura de duas exposições no espaço: A mostra fotográfica “Dom Pedro Casaldáliga e Dom Tomás Balduíno”, de Douglas Mansun, e a exposição e comercialização de materiais publicitários da

Fica: Mostra Competitiva 2018 começa nesta quarta-feira, 06 0

Publicado em 6 de junho de 2018

Em seu segundo dia de festival, o Fica 2018 dá início às exibições da Mostra Competitiva deste ano, que terá sessões no Cineteatro São Joaquim e no Cine Cora Coralina (UEG). As exibições começam às 15h30, seguem até as 17h30 e depois retornam às 19h, com término previsto para 20h30. Logo após, o Cineteatro São Joaquim recebe as primeiras sessões da 16ª Mostra ABD Cine Goiás, que vai das 20h30 às 22h. A programação dos Minicursos e Oficinas abre com o minicurso Roteiros para Novas Plataformas Digitais, com Luiz Bolognesi, e a oficina Experimentando a Luz: Oficina de Fotografia

Fórum de Cinema debate feminismo e modernidade no cinema brasileiro durante o Fica 2018 0

Publicado em 5 de junho de 2018

Por Manuela Costa   O Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental celebra 20 anos de legado com a presença de grandes nomes do cinema brasileiro. Nesta edição, os cineastas Walter Carvalho, José Vilamarim e George Moura, diretores e roteiristas da série global Onde nascem os fortes, participam do Fórum de Cinema no sábado, 09/06, para uma discussão sobre os novos rumos da dramaturgia brasileira. O festival também contribui para a mudança do cenário de gênero no audiovisual com uma mesa de discussão na sexta-feira, 08/06, encabeçada pela atriz Bruna Linzmeyer e pelas cineastas Laís Bodanzky e Susanna Lira.

Filmes sobre água e reflexão sobre a crise hídrica estão na 2ª Mostra Saneago durante o Fica 2018 0

Publicado em 4 de junho de 2018

Foto: Ricardo Gomes   Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), existem hoje 2,1 bilhões de pessoas sem acesso a água potável no mundo e 80% dos esgotos são despejados no meio ambiente sem tratamento, poluindo fontes limpas de água. Uma das maiores problemáticas ambientais, políticas e sociais das sociedades modernas, a temática da água não poderia ficar de fora da 20° edição do Festival Internacional de Cinema Ambiental (Fica). Em seu segundo ano no Festival, a Mostra Saneago se dedica exclusivamente à temática da água e proporciona discussão sobre a preservação de recursos hídricos, consumo consciente e

Jornalista André Trigueiro tem presença confirmada no Fica 2018, que debate energia, cidades e espiritualidade nesta edição 0

Publicado em 30 de Maio de 2018

Em sua vigésima edição, o Fica 2018 revisita o legado que deixou em seus anos de existência na história da defesa do meio ambiente. A ideia foi do jornalista André Trigueiro, que é consultor do Fórum Ambiental deste ano. Nesta edição, a programação oferece três mesas de Meio Ambiente, que trazem os temas A Nova Energia, As Novas Cidades e A Nova Espiritualidade. A ideia central do Fórum Ambiental é debater o que há de novo por meio do resgate do que se instigou e influenciou nos últimos anos. Para Trigueiro, o Fica, em duas décadas de existência já abriu caminhos para uma

Correndo Atrás: os humoristas Ailton Graça e Hélio de La Peña lançam novo filme durante o Fica 2018 0

Publicado em 25 de Maio de 2018

A edição 2018 do Festival Internacional de Cinema Ambiental (Fica) recebe um time de peso da produção cinematográfica brasileira. No sábado, 9/6, o festival terá a presença do ator Ailton Graça, do humorista Hélio de La Peña e do cineasta Jeferson De, que no sábado lançam na cidade de Goiás o longa metragem Correndo Atrás. O ator Lázaro Ramos também está no elenco no filme. Coprodução da Raccord Filmes, RioFilme, Canal Brasil, Telecine, Globo Filmes, o filme traz uma reflexão crítica e, ao mesmo tempo, leva o espectador ao riso. Com direção de Jeferson De, que também assina o

Novo longa de Luiz Bolognesi sobre a resistência das culturas indígenas abre a 20ª edição do Fica 0

Publicado em 23 de Maio de 2018

O debate acerca da sobrevivência das culturas indígenas, comprometidas desde a chegada dos colonizadores portugueses no século XVI, ganha novo fôlego com o curta-metragem “Ex-Pajé”, de direção e roteiro do paulistano Luiz Bolognesi. O filme oscila entre os gêneros ficcional e documental para narrar a história dos Paiter Suruí, tribo que viveu isolada até 1969 na região fronteiriça entre Mato Grosso e Rondônia, epicentro dos conflitos fundiários entre indígenas e extrativistas no Brasil. O longa-metragem vai ser exibido em 5 de junho (terça-feira) para o público na abertura da 20ª edição do Fica. O contato tardio com o homem