Goiânia 13/11/2018
GastronomiaGoiás
22 de outubro de 2018

Cerveja artesanal goiana ganha medalha de ouro na Copa Cerveja Brasil

Personalidade e sabor cercam os inúmeros frutos, especiarias e ingredientes do Cerrado. Desde gosto notável do pequi até a doçura da baunilha do cerrado, esses elementos têm se mostrado verdadeiros potencializadores das mais diversas receitas e até mesmo bebidas. E é a crença nessa força transcendente do “gosto” que o Cerrado brasileiro tem que levou a mais recente conquista da Cerveja Colombina, que desde 2013 tem feito sua missão mesclar cerveja artesanal com os mais diversos frutos e sabores típicos do bioma que abraça o Centro-Oeste brasileiro.

Esta conquista foi a medalha de ouro na categoria Herb and Spice para o rótulo Colombina Romaria na Copa Cerveja Brasil promovida pela Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva). A premiada tem como estilo base o Belgian Dark Strong Ale, também conta com adição de Baunilha do Cerrado (cultivada na Cidade de Goiás) e Mutamba. O evento reuniu mais de 171 cervejarias que concorreram aos prêmios desta primeira edição da Copa. Tanto a premiação quanto o encontro entre todos os representantes aconteceram em Brasília (DF) entre os dias 17 e 20 de outubro. Ao todo 590 amostras foram avaliadas por cinquenta juízes renomados dentro do âmbito cervejeiro nacional.

A medalha de ouro premiada à Colombina Romaria foi a terceira conquista de destaque da cerveja este ano. No início do ano, durante o Concurso Brasileiro de Cerveja, a “Romaria” ganhou medalha de bronze. Em junho, este mesmo rótulo foi honrado com a medalha de platina no estilo Fruit Beer no renomado Meininger´s International Craft Beer Award, considerado entre os cervejeiros germânicos como um grande concurso da categoria em solo europeu. Para o sommelier da Cerveja Colombina, Alberto Nascimento, as conquistas de 2018 trazem um significado para o conceito que a bebida carrega. “A Colombina Romaria é uma homenagem ao Cerrado e ao ‘Homo Cerratensis’ -termo de Paulo Bertran-. A Baunilha é uma das iguarias mais apaixonantes desse Bioma, e junto com a mutamba faz com que a Romaria carregue em sua essência a tradução do Cerrado e o legado das tradicionais doceiras da Cidade de Goiás.”, diz Alberto que desde 2014 acompanha o processo de produção da Cerveja Colombina.

O notável reconhecimento desta técnica de unir especiarias e frutos locais é para a diretora-geral da Cervejaria Goyaz, Patrícia Mercês criativamente estimulante e assertiva. “Quando decidimos inserir em nosso processo a combinação com os ingredientes característicos de nossa região, sabíamos que o resultado final seria um produto muito conceitual e especial. Agora ver este reconhecimento e valorização é extremamente gratificante e nos deixa ansiosos para voltar pra casa e criar cada vez mais”, conta a engenheira de alimentos. A Cerveja Colombina compõe a linha de produção da Cervejaria Goyaz desde 2014 e tem alcançado um reconhecimento nacional por seus rótulos e seguido de seu processo de comercialização internacional, desde 2017, também tem agradado os exigentes cervejeiros europeus.

Quem escreve

Deixe sua opnião aqui!

Gastronomia
 
Publicado em 22 de outubro de 2018
Personalidade e sabor cercam os inúmeros frutos, especiarias e ingredientes do Cerrado. Desde gosto notável do pequi até a doçura da baunilha do cerrado, esses elementos têm se mostrado verdadeiros potencializadores das mais diversas receitas e até mesmo bebidas. E é a crença nessa força transcendente do “gosto” que o Cerrado brasileiro tem que levou a mais recente conquista da Cerveja Colombina, que desde 2013 tem feito sua missão mesclar cerveja artesanal com os mais diversos frutos e sabores típicos do bioma que abraça o Centro-Oeste brasileiro. Esta conquista foi a medalha de ouro na categoria Herb and Spice
 
Publicado em 28 de Maio de 2018
A maior feira gaúcha do Brasil, Fenasul, chega a Goiânia no Master Hall, de 1º a 10 de junho. A festa reúne atrações culturais, moda, artesanato e gastronomia do Sul do País. São mais de 50 expositores com produtos tradicionais, Festival de Cucas, artesanato, decoração, moda couro, os tradicionais chocolates de Gramado, salames, queijos, vinhos e muito mais! O visitante pode aprender a fazer o verdadeiro chimarrão, e aproveitar para visitar a exposição fotográfica: “Mulheres Gaúchas”, da fotógrafa Simone Brogni. Na exposição, Simone destaca o papel da mulher gaúcha com toda sua sensibilidade feminina. E ainda, apresentações diárias com
 
Publicado em 17 de Maio de 2018
Um Dia em Veneza será o tema central da 14ª edição do Festival Italiano de Nova Veneza, que será realizado de 7 a 10 de junho, na cidade, que fica há poucos quilômetros de Goiânia. O tradicional evento da cultura italiana buscará, nesta edição passa a contar com o apoio oficial da Embaixada da Itália no Brasil e irá aguçar os sentidos dos visitantes para que eles se sintam, de fato, na famosa cidade italiana. Para que isso ocorra, a organização do Festival Italiano investiu em pesquisa, em programação e design. Serão pórticos, lounges, cenografia, figurinos e atores que
 
Publicado em 17 de Maio de 2018
Celebrar ingredientes regionais, valorizar técnicas de preparo da culinária local e fomentar a originalidade na cozinha. Essas são as máximas do Festival Brasil Sabor, que pelo 13º ano consecutivo reúne restaurantes de todo o País em uma ode à gastronomia brasileira. Com o tema “Original do Brasil”, o evento acontece em Goiás, nas cidades de Goiânia e Pirenópolis, entre os dias 17 de maio e 3 de junho, realizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). Considerado o maior festival gastronômico do Planeta, o Brasil Sabor reuniu, no ano passado, 528 restaurantes, número que deve crescer em 2018.
 
Some title Some author
Some excerpt
 
Some title Some author
Some excerpt
Personalidade e sabor cercam os inúmeros frutos, especiarias e ingredientes do Cerrado. Desde gosto notável do pequi até a doçura da baunilha do cerrado, esses elementos têm se mostrado verdadeiros potencializadores das mais diversas receitas e até mesmo bebidas. E é a crença nessa força transcendente do “gosto” que o Cerrado brasileiro tem que levou a mais recente conquista da Cerveja Colombina, que desde 2013 tem feito sua missão mesclar cerveja artesanal com os mais diversos frutos e sabores típicos do bioma que abraça o Centro-Oeste brasileiro. Esta conquista foi a medalha de ouro na categoria Herb and Spice