Compartilhar, integrar, participar: a receita coletiva da conservação 0

Publicado em 1 de Abril de 2017

“A união faz a força”, ensina a sabedoria popular. Nos 1.005.180 hectares de extensão da   Área de Proteção Ambiental das Ilhas e Várzeas do Rio Paraná (PR) , a lição foi aprendida com louvor. A maior unidade de conservação de Mata Atlântica do Brasil reuniu no seu Conselho gestores, moradores, agricultores, instituições, políticos e pesquisadores para buscar soluções de forma conjunta, que beneficiem não apenas a conservação, mas a qualidade de vida local. A iniciativa de Gestão Compartilhada, Integrada e Participativa (GCIP) foi reconhecida pelo ICMBio e pelo IPÊ (Instituto de Pesquisas Ecológicas) como uma das boas práticas em unidades de conservação. A área de proteção ambiental (APA) está localizada na divisa dos estados do