Projeto de hidrelétricas na Chapada dos Veadeiros causa polêmica 0

Publicado em 20 de Janeiro de 2015

Preocupados com os projetos de construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) em rios da região da Chapada dos Veadeiros, no Nordeste de Goiás, pesquisadores, ambientalistas e moradores do local estão promovendo uma campanha na internet contra a instalação das PCHs. A Centrais Elétricas Rio das Almas (Rialma S/A) pretende construir usinas em pelo menos seis pontos do Rio Tocantinzinho e uma no Rio das Almas. Apesar de estar fora das unidades de conservação, os manifestantes alegam que esses empreendimentos vão afetar um dos últimos refúgios do pato-mergulhão (Mergus octosetaceus), uma das espécies de ave aquática mais ameaçada das Américas.

Ano de 2014 é o mais quente já registrado, diz Nasa 0

Publicado em 20 de Janeiro de 2015

A agência espacial americana e a Agência Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos divulgaram nesta sexta-feira suas avaliações   O ano de 2014 foi o mais quente já registrado desde o início das medições, em 1880, divulgaram nesta sexta-feira, em duas análises distintas, a Nasa e a Agência Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA). “Este é o mais recente em uma série de anos quentes, de décadas quentes. Enquanto o ranking anual pode ser afetado por padrões climáticos caóticos, as tendências a longo prazo podem ser atribuídas à mudança climática”, afirmou Gavin Schmidt, diretor do Instituto Goddard de Estudos Espaciais.

Ampliado uso de óleo de cozinha como matéria-prima para o biodiesel 0

Publicado em 20 de Janeiro de 2015

Quase 600 catadores participam da iniciativa. Parceria com a Petrobras estabelece sistema de coleta para o reaproveitamento de gorduras residuais   Duas usinas da Petrobras Biocombustível, em Candeias (BA) e Quixadá (CE), processaram, em 2014, aproximadamente 232 mil litros de óleos e gorduras residuais (OGR), um aumento de 29 mil litros em relação ao ano anterior. A ampliação é resultado de uma parceria entre a Petrobras Biocombustível e 28 cooperativas e associações de catadores no Ceará (Quixadá e Fortaleza) e na Bahia (região metropolitana de Salvador). Quase 600 catadores estão envolvidos diretamente na parceria, que estabeleceu um eficiente sistema

‘PIB sustentável’ do Brasil cresceu apenas 2% em 20 anos, diz estudo 0

Publicado em 20 de Janeiro de 2015

Se toda a riqueza produzida pelo Brasil fosse dividida pelo total de habitantes do país em 1990, cada brasileiro levaria para casa R$ 3.999. Vinte anos depois, em 2010, a divisão desse bolo – conhecido pelos economistas como o PIB per capita – seria de R$ 5.604, uma alta de 40%. No entanto, segundo um novo indicador divulgado nesta quarta-feira, a economia brasileira teria crescido na verdade apenas uma fração disso: 2% em duas décadas. A explicação: se por um lado, mais bens e serviços foram produzidos, por outro, mais recursos renováveis e não renováveis também foram gastos para